PANORAMA LAATUS BRASIL @laatus
São Paulo, quarta-feira, 09 de Outubro de 2019

Parte 1
A agenda de indicadores e eventos de quarta-feira tem como destaque a divulgação do IPCA de setembro e a votação do projeto de lei que distribui recursos da cessão onerosa entre Estados e municípios. Nos Estados Unidos, o destaque é a ata da mais recente reunião do Federal Reserve e mais um discurso do presidente da instituição, Jerome Powell.

EUA
Ontem, Powell sinalizou que a autoridade monetária que preside está aberta a novos cortes nas taxas de juros para evitar riscos econômicos globais, reiterando que o Fed agiria “conforme apropriado” para garantir a expansão da atividade. Além disso, as esperanças dos investidores retomaram com a perspectiva de que autoridades chinesas e americanas se encontrem a partir de amanhã para tratar do difícil impasse comercial que se arrasta há mais de um ano. Ainda sobre o tema, a Organização Mundial do Comércio (OMC) previu hoje que as transações do setor de serviços podem ser um “poderoso motor” do crescimento econômico. Para isso, no entanto, é preciso haver uma ampliação da cooperação internacional. O segmento pode chegar a representar 40% de todo o comércio mundial em 2050.

China
As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira, em meio a incertezas sobre a capacidade de Estados Unidos e China de encontrarem uma resolução para sua disputa comercial em negociações que serão retomadas amanhã.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,61% hoje em Tóquio, a 21.456,38 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,81% em Hong Kong, a 25.682,81 pontos, e o Taiex registrou queda mais expressiva em Taiwan, de 1,16%, a 10.889,96 pontos. Na Coreia do Sul, o mercado não operou devido a um feriado nacional.

Na China continental, por outro lado, as bolsas se recuperaram de perdas de mais cedo e terminaram o dia com ganhos moderados. O Xangai Composto subiu 0,39%, a 2.924,86 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,65%, a 1.609,10 pontos.

O tom predominantemente negativo veio após os últimos desdobramentos da rixa comercial entre americanos e chineses.

Desde o começo da semana, os EUA decidiram incluir grandes empresas de tecnologia chinesas e outras entidades em uma lista negra de exportações e restringir vistos para autoridades do governo chinês e familiares, em reação a uma suposta campanha de repressão de Pequim contra minorias muçulmanas no noroeste do país asiático. Em resposta, o Ministério de Comércio chinês criticou a interferência dos EUA em assuntos internos da China e pediu a remoção das empresas da lista.

Europa
As bolsas europeias sobem na manhã desta quarta-feira após uma sinalização mais dovish do presidente do banco central americano (Federal Reserve, Fed), Jerome Powell, e a proximidade das negociações comerciais entre as duas maiores potências econômicas do globo. Localmente, a libra está bastante volátil nesta manhã, sendo comercializada conforme notícias sobre o enredo sem fim do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), são divulgadas.

Brasil
Parlamentares chegaram a um acordo no fim da tarde de ontem para destravar a votação da lei que divide os recursos da cessão onerosa para Estados e municípios, o que também abre espaço para a aprovação da reforma da Previdência em segundo turno no Senado. A expectativa é que o projeto que reparte o dinheiro dos leilões de petróleo possa ser apreciado na Câmara ainda hoje.

Pelo acordo, dos 30% da cessão onerosa que irão para os entes federativos após o pagamento à Petrobras, R$ 10,95 bilhões (o equivalente a 15%) ficarão com os municípios, seguindo os critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O mesmo montante será destinado aos Estados, sendo dois terços distribuídos pelas regras do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e um terço, seguindo a determinação da Lei Kandir.

Os critérios de distribuição são uma tentativa de conciliação entre governadores do Norte e do Nordeste com Estados maiores – que pediam uma fatia maior dos repasses. O uso da Lei Kandir na equação foi proposto pelo governo de São Paulo.

O acordo é visto como um passo fundamental para o segundo turno da Previdência no Senado. A expectativa é que o tema seja apreciado no dia 22 de outubro pela Casa. Na semana passada, até mesmo senadores próximos ao governo admitiam o adiamento da votação das mudanças nas aposentadorias pela falta de acerto com a Câmara e com o governo sobre a partilha os recursos do petróleo.

Cauteloso, o relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), evitou descartar novas surpresas. “Pelo que eu saiba, está selado o acordo (da cessão onerosa). A conclusão da reforma está marcada para o dia 22. Tudo ocorrendo como deveria ocorrer, não tem nenhum empecilho, mas, nessa altura, Deus sabe…”, declarou o tucano.

Por sua vez, o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro confia na alternativa que o Congresso encontrará para a repartição dos recursos, mas ponderou que o presidente não havia feito comentários específicos sobre o tema.

Petroleo
Os contratos futuros do petróleo operam em alta na manhã desta quarta-feira, se recuperando das perdas das duas sessões anteriores, em meio a recentes sinais de melhora nas relações entre Estados Unidos e China, no qual a China vem mostrando disposição nas negociações mesmo com algumas ações não muito amigáveis dos EUA, nesta quinta (10) retomam negociações comerciais em Washington, e após o American Petroleum Institute (API) estimar no fim da tarde de ontem que o volume de petróleo bruto estocado nos EUA teve aumento de 4,1 milhões de barris na última semana. O levantamento oficial sobre estoques dos EUA, elaborado pelo Departamento de Energia (DoE), será divulgado na manhã de hoje.

Agenda quarta-feira, 09 de outubro de 2019

09:30 – BRL/BC: LEILÃO DE VENDA À VISTA DE DÓLARES DAS 9H30 ÀS 9H35 DE US$ 525 MILHOES
09:30 – BRL/BC: OPERAÇÃO DE SWAP CAMBIAL REVERSO DAS 9H30 ÀS 9H35 DE US$ 525 MILHOES

09:00 BRL/IPCA (Mensal) (Sep) 0,03% 0,11%
09:00 BRL/IPCA (Anual) (Sep) 2,97% 3,43%
09:00 BRL/IPCA com Ajuste (Mensal) (Sep) 0,19%
11:00 EUA/Ofertas de Emprego JOLTs (Aug) 7,191M 7,217M
11:30 EUA/Estoques de Petróleo Bruto 1,413M 3,100M
11:30 EUA/Estoques de Petróleo em Cushing -0,201M
12:00 EUA/Discurso de Powell, Presidente do Fed
12:00 EUA/Discurso de George, membro do FOMC
14:00 EUA/Leilão Americano Note a 10 anos 1,739%
15:00 EUA/Atas da Reunião do FOMC

segunda semana: (Fraca)
Índices Mundiais: (-)
Índice Dólar: (+/-)
Posição estrangeiros: (-) venderam 1.236 – Posição dos Estrangeiros no contrato X19 +87.449
Notícias Locais: (+/-)
S&P: (-)
Petróleo: (-)

Fechamento DOLX19: 4.101,00
Ajuste anterior DOLX19: 4.103,51
Ajuste DOLX19: 4.090,82

Panorama é um canal aberto e todos são muito bem vindos!
Link do panorama: https://t.me/joinchat/AAAAAD3hFpezBxsfrrqVzA

Conheça o Grupo LAATUS

Home

http://www.laatussummit.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/laatus/
Instagram: https://www.instagram.com/jeffersonlaatus/
Instagram: https://www.instagram.com/laatussummit/
Spotify: http://bit.ly/spotify-laatus

PANORAMA LAATUS BRASIL @laatus